“América Vibra”, do projeto de inéditas da banda Natiruts é lançada hoje (20)

“América Vibra”, do projeto de inéditas da banda Natiruts é lançada hoje (20)

- in Notícias, Recentes
188
0
Foto: Divulgação

Começando o ano com uma potente canção e clamando por um 2021 melhor, a banda brasileira Natiruts convidou um dos maiores nomes do Reggae mundial Ziggy Marley e a atriz mexicana indicada ao Oscar Yalitza Aparicio para a colaboração “América Vibra”. Mais do que um hino do Reggae, a canção é um manifesto que evoca a união dos povos da América, reivindicando um mundo mais justo e amoroso. Em um momento de dualidade e de muros, físicos e estruturais, que nos separam, “América Vibra” vem como um urgente pedido de transposição de barreiras.

A canção chega nesta quarta-feira (20), dia emblemático que marca uma mudança importante para o mundo, e o single traz uma vibração por um continente mais igualitário. Composição de Alexandre Carlo e Ziggy Marley, interpretada em português, inglês e espanhol, “América Vibra” conta com um premiado time: na masterização, Felipe Tichauer, com 26 indicações ao Latin Grammy e ao Grammy Americano no currículo; na mixagem, a canção traz Tony Maserati, um dos mais bem-sucedidos engenheiros de som do mundo, com trabalhos para artistas como Beyoncé, Ariana Grande, Adam Lambert, entre outros, além de 10 indicações ao Grammy. A canção conta ainda com arte de capa exclusiva desenvolvida pelo Kobra, um dos mais reconhecidos muralistas da atualidade, com obras em cinco continentes.

Foto: Kobra

Com direção de Rick Brombal, o clipe da música é uma emocionante profusão de imagens icônicas das Américas (Brasil, México e USA), envolvidas pela natureza, como em uma espécie de oásis, libertos do meio hostil que os cerca. Em coro, Natiruts, Ziggy Marley e Yalitza Aparicio fazem o apelo de união dos povos.

Alexandre Carlo, vocalista do Natiruts, falou sobre o contexto que levou a banda a vibrar por uma América mais justa: “Existem muros invisíveis na sociedade, criados principalmente por experiências entre as relações humanas do passado e que têm reflexo no nosso dia a dia. No caso do Brasil, e principalmente das Américas, a principal relação que causa esses muros invisíveis é a do processo colonizatório, que favoreceu uma porção e desfavoreceu enormemente outras”. Ele destaca o importante papel da música neste processo: “A música é uma ferramenta importantíssima, porque muda a frequência vibratória, a energia das pessoas, faz com que as pessoas que estão sem esperança passem a acreditar no seu potencial. A música se torna bastante importante nesse sentido, de transpor esses muros invisíveis, e é isso que a nossa canção propõe e a gente espera que ela consiga cativar o coração e a mente de muitas pessoas, não só no Brasil, não só nas Américas, como no mundo todo”.

Ziggy Marley falou sobre a parceria: “É um grande prazer colaborar com Natiruts e Yalitza na música ´América Vibra´. Minha letra fala sobre perceber o que está acontecendo com o meio ambiente e querer ver mais justiça no mundo. Se não fizermos algo, nada vai acontecer, então temos que fazer. Eu tenho que fazer algo, você tem que fazer algo – é disso que estamos falando. Se o futuro não estiver certo, eu vou fazê-lo dar certo. Não podemos esperar por alguém que faça isso, nós temos que ir e fazer. Temos que cuidar do planeta, cuidar uns dos outros para construir um mundo melhor juntos. América vibra!”.

“A importância de ´América Vibra´ é mostrar que na música não existem barreiras e que é um meio universal no qual você pode transmitir mensagens de paz, assim como a união nos faz mais fortes diante das adversidades. Quando há respeito entre as pessoas, você poderá ver uma verdadeira transformação”, explica a atriz Yalitza Aparicio.

About the author

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *